sábado, 2 de abril de 2011

Zurich

 

 Zurich é a cidade do meu coração!

Para onde quer que se olhe, parece que está se vendo um cartão postal! Apesar de ter toda a comodidade de uma cidade moderna, ainda conserva a beleza de suas ruas estreitas e medievais, as construções típicas da Suíça alemã, um lago belíssimo que eles chamam  See, rodeado de parques e jardins.



É tudo muito lindo, e o povo, muito hospitaleiro!
A qualquer hora do dia ou da noite, se pode caminhar com tranquilidade, segurança total!
Escolha um hotel em frente ao lago, ou nas proximidades da  Bahnofstrasse, que é a rua mais movimentada e "cool" de Zurich, e onde se encontram as melhores joalherias do mundo e também as melhores lojas de griffe.

Hotel Baur au lac.

Nós sempre ficamos no hotel  Baur au Lac, que é no começo da Bahnof e é maravilhoso. Antigamente, era a mansão de uma das ricas famílias da cidade e depois foi transformada em um luxuoso hotel.


Jardim do Baur au lac.

O prédio é maravilhoso e o serviço , impecável. Tem um jardim em frente ao lago repleto de flores e  árvores centenárias, com um restaurante envidraçado onde é servido o café da manhã e almoço. E também um bar aberto, perfeito para o chá da tarde ou para o happy hour antes do jantar.

Restaurante do Baur au lac.

Sair caminhando pela  Bahnofstrasse é um prazer total! Lojas de griffe se espalham entre as melhores joalherias do mundo, e enchemos os olhos com os últimos lançamentos de jóias e relógios. Aliás, aqui é o lugar ideal para se comprar aquele relógio que tanto sonhamos, não esqueça que, por sermos brasileiros, temos o desconto do tax free, que varia entre 6 e 7% do preço da compra.




Bahnofstrasse.

Joalherias famosas na Bahnofstrasse.



Pare para tomar um chocolate quente ( não se esqueça, aqui também é a terra do chocolate), em uma das charmosas cafeterias da avenida .Ou coma um doce na melhor doceira da cidade, a Sprungli. 
Mais ao final da Bahnof, encontram-se várias lojas de departamento e também lojas mais populares, tipo H&M, Zara, etc. A  Jelmoli  é uma das melhores lojas de departamentos de  Zurich, e a Burger, a mais luxuosa, contendo todas as melhores griffes do mundo.

 Restaurante Zeughauskeller

 O Restaurante Zeughauskeller, localizado no  início da  Bahnofstrasse, foi antigamente um depósito de armas, na época medieval, e ainda conserva suas características e exposição de armas antigas. Todos os garçons usam trajes típicos e  é onde se come as melhores salsichas do mundo, além de uma vasta seleção de comidas alemãs, tipo  wiener schnitzel,  joelho de porco, etc.


Nós sempre pedimos a no. 50, que é a branca de vitela, que vem crocante, com um molho tipo ferrugem com cebolas , e meu marido pede a no. 52, que é enrolada e apimentada. Mas, se voce estiver com fome, ou tiver alguém para dividir, peça a linguiça de metro, é sensacional Para acompanhar, não deixe de pedir a salada de batatas, nunca comi igual! O joelho de porco, crocante, é o no. 42, e também é muito gostoso.
Aqui eles também servem chopp, com vários tamanhos de canecas, além de uma boa carta de vinhos.



Interior do Zeughauskeller

O Restaurante Bindella é na mesma rua do Zeughauskeller, e serve comida italiana. É muito charmoso e bem frequentado. Ano passado comemos  spaghetti e vitela con tartufo bianco . Suas massas e peixes são muito bem feitos, e tem uma ótima carta de vinho.

 Restaurante Bindella
  Carpaccio.

Interior.

Restaurante  Kropf também é um restaurante tipicamente suíço, muito bom, com toda variedade de comidas alemãs, e muito frequentado pelos habitantes da cidade e por turistas.


Interior do Kropf.


Saindo à direita da Bahnofstrasse, começamos a entrar na Old Town, com suas construções típicas e ruas estreitas, num labirinto de subidas e descidas, até dar no rio Limmat, muito bem cuidado e pitoresco. Existem várias lojas de griffes internacionais.


Bahnofstrasse ao anoitecer.



ruas estreitas de Old Town

 Catedral Fraumunster


A Catedral Fraumunster deve ser visitada. Hoje é uma igreja protestante, com vitrais pintados por Marc Chagall.

 Grossmünster e suas 2 torres.

Passeie ao longo do Rio Limmat, que corta a cidade e nasce no lago. A Limmatstrasse segue seu leito, é tudo muito bonito, e tem várias lojas populares pelo caminho.


Rio Limmat




Lago "See".

Ou ponha um par de tênis e vá andar ou correr ao redor do lago, entre parques e jardins, e que, durante o verão, se transforma na praia dos suíços.



Zurich à noite é apaixonante, com seus monumentos e pontes iluminadas!
Não deixe de tomar um aperitivo antes do jantar no bar do Hotel Baur au Lac, é super badalado, hype do momento!



Sempre jantamos um belo fondue no dia da chegada a  Zurich, e o melhor fondue é do Restaurante Dézaley. Situado em uma ruazinha íngreme da Old Town, servem fondue de queijo ( suíço... dá prá imaginar como é bom?), acompanhado de pão italiano ou de baguette quentinha, raclette de queijo, e o fondue de carne bourguignone, acompanhado de vários molhos gostosos, picles e batatas fritas.


Restaurante Dezaley em Old Town.

É sensacional! Apesar de todos os garçons serem muito amáveis e simpáticos, procure pelo  Antônio ou pelo Fernando. São portugueses e , acima de tudo, nossos amigos.
O vinho branco  Dézaley, suíço, que eles servem bem gelado, acompanha maravilhosamente os fondues.


 

Outro restaurante imperdível é o restaurante Kronenhalle. É um restaurante antigo, mas todo reformado , e muito bem frequentado pelos gourmets da cidade. Nas paredes pode-se ver verdadeiras obras primas de  Picasso,  Matisse, Chagall, e vários outros renomados artistas da arte moderna.


Restaurante Kronenhalle
Dizem que, quando estes artistas frequentavam o restaurante, pagavam suas refeições com desenhos e pinturas, e a dona acabou ficando com uma coleção digna de um bom museu.


 Picasso
Chagall 
O serviço é excepcional, e , não importa o que você peça do cardápio, será divino!
Pedimos sempre o steak tartare, que é feito na mesa e é muito bom, até como entrada.
Ou então, o bradwurst, que é a salsicha de vitela, com a casquinha crocante e muito macia por dentro.
E o wiener schnitzel, que é um filé de vitela bem fininho empanado, acompanhado de batata rosti, é sensacional!
A carta de vinhos é excelente.
E como sobremesa, nada como uma mousse de chocolate ...suíço!
O bar do restaurante é bem aconchegante, em estilo inglês, muito bom para before ou after dinner.

Bar do Kronendalle

Se ainda quiser tomar um digestivo após o jantar, existem muitos bares agitados em Zurich. Mas, se a idéia é fumar um charuto e tomar um conhaque, o bar Rive Gauche é a pedida. Este bar pertence ao Hotel Baur au Lac, mas tem entrada independente do hotel, e tem uma sala própria para os fumantes de charuto.



Entrada independente do Rive Gauche.

Interior

Espero que curtam!
Tenho certeza que vocês vão me dar razão e ver que é muito bom começar uma viagem por Zurich!

Nenhum comentário:

Postar um comentário